Não é pressa, é saudade

Curta-metragem, direção de Camilla Shinoda (2016)

Sinopse
Uma carta de amor ficcional proporciona um encontro real. João – um ator brasiliense – convida Marcela, uma garota pernambucana (que não é atriz), para conhecer Brasília. A visita será guiada por um roteiro afetivo de lugares importantes para a vivência real do ator na cidade em que nasceu. A construção de intimidade entre o casal de desconhecidos é acompanhada pela equipe de cinema. Documentário e ficção se misturam para contar a história desse encontro.
Trajetória
O curta “Não é pressa, é saudade” é uma coprodução COMOVA e ShiLoves. Foi realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal (FAC-DF), recebeu o Prêmio de Melhor Roteiro de Curta-Metragem da Edição Regional da Mostra Sesc DF, em 2017, e menção honrosa do Júri Jovem da Mostra Mercocidades do Festival Primeiro Plano (MG), em 2016. Participou também da Mostra Competitiva do Festival Curta Brasília (DF) e do Festival Imagem e Movimento (AP), além de diversas mostras e eventos em Brasília e outros estados.